O processo de autorresponsabilidade no desenvolvimento profissional

  • Texto produzido por Michele Gonçalves

Há alguns anos me deparado com profissionais que buscam alcançar sucesso na vida profissional. Alguns com discursos assertivos e maduros sobre onde desejam chegar; outros ainda sem saber o que precisam fazer para percorrer os caminhos em direção ao crescimento profissional. E será sobre isso que irei relatar.

Existem dois pontos comuns no discurso dessas duas figuras que irei resumir a uma palavra: AUTORRESPONSABILIDADE, vou explicar.

O que é autorresponsabilidade?

Na minha opinião, é uma postura ativa frente aos desejos visando alcançar determinados objetivos. Compreendendo que somos os únicos capazes por executar ações diretivas e objetivas em relação ao que esperamos da vida, do mundo, da carreira e do nosso crescimento continuo.
Ou seja, assumir uma postura de autorreponsabilidade é dizer “ Eu sou o responsável pelas consequências que virão, sendo elas positivas ou negativas em relação a minha vida profissional”

Por muitos anos, profissionais das gerações baby boomer, X  e Y depositaram nas empresas a expectativa da ascensão que, geralmente era ligado a remuneração e estabilidade profissional, porém a entrada geração millennials no mercado de trabalho deu uma nova dinâmica nas relações entre empresa e colaborador. Um choque de gerações foi percebido e um novo ciclo iniciou, a busca pela satisfação profissional para além da remuneração e da estabilidade profissional.

É visível como a geração millennials tem desestruturado as gerações X e Y , percebo os conflitos no consultório realizando orientação profissional dos millennials, frente as expectativas da geração X  ou Y, denominados PAI – MÃE – TIO – AVÓS, que viveram e vivem o trabalho sem limites, atualmente são conhecidos como os WORKAHOLICs. As gerações X,Y estão motivados a fazer com que essa nova geração, que deseja tempo para escolher o que fazer e não querem submete-se ao o que as gerações passadas foram submetidas, compreendam a sua percepção de trabalho.

É compreensível quando me deparo com profissionais que depositaram em seus empregadores a responsabilidade por conduzir suas carreiras, porém devido às mudanças no meio corporativo não é mais aceitável tal postura e é exatamente nesse momento que a geração Millennials vem colocando o “pé na porta” com seu engajamento procura a satisfação profissional alinhando à qualidade de vida.

Chegou o momento de aceitar que o mundo mudou, a tecnologia chegou para ficar, a graduação não basta mais, conhecimento acadêmico sem prática não serve para nada! Eu sei que dependendo da sua idade isso ainda é assustador, aos novos profissionais isso já é algo velho. Percebe como ainda vivemos o choque de gerações?

Sobre a AUTORRESPONSABILIDADE – ou você faz pela sua carreira ou ninguém fará.

Chegou a hora de assumir o PROTAGONISMO e deixar de ser COADJUVANTE e para isso chegou o momento da AUTORRESPONSABILIDADE

Para alcançar voos maiores será necessário movimenta-se, assumir novas posturas, dedica-se a compreender o novo e internalizar que mudanças são necessárias e têm acontecido de forma acelerada.

  • Aos profissionais com discursos assertivos indico ação, pensamento sem ação é intenção e não muda trajetória alguma. Do que adianta saber onde quer chegar e não fazer exatamente nada para alcançar o objetivo?
  • Aos que estão perdidos, o primeiro passo é identificar a motivação pela busca de novas possibilidades, compreendendo a importância de assumir a responsabilidade pelos caminhos a serem seguidos.

Assumir a autorresponsabilidade é uma tarefa fundamental para o seu desenvolvimento profissional e fará você escolher qual caminho seguir ou até mesmo quais caminhos poderão ser percorridos apesar das incertezas, porém no final das contas quem ganhará sempre será o protagonista.

1 comentário em “O processo de autorresponsabilidade no desenvolvimento profissional”

  1. Eu não conhecia essa palavra autorresponsabilidade. Obrigada por esse texto esclarecedor, me fez refletir sobre o meu objetivo profissional.
    Imagino o quanto a mentoria de carreira pode agregar para essa condução rumo para novos planos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.